Montagem de minhocário

Disciplina: Ciências
Ciclo: Ensino Fundamental – 5ª a 9ª
Assunto: Seres vivos
Tipo: Metodologias

No estudo dos seres vivos, a observação do ambiente natural favorece o desenvolvimento das
habilidades de observar, levantar hipóteses, discutir e experimentar. Nesse sentido, a montagem de um minhocário ajuda na construção de projetos de investigação sobre a influência da minhoca na decomposição de detritos orgânicos e da luz no comportamento das minhocas.

Material e procedimentos para a construção do minhocário

  • encher um pote de vidro ou plástico incolor com camadas alternadas de terra, areia e pó de giz;
  • acrescentar água, vagarosamente, até umedecer todas as camadas;
  • colocar na superfície três ou quatro minhocas e uma folha de alface.Monte quatro minhocários, divida os alunos em grupos de trabalho e peça-lhes que observem:
  • o que os animais fazem assim que colocados no viveiro;
  • o que ocorre com dois viveiros descobertos sob a influência da luz;
  • o que ocorre com dois viveiros no escuro, cobertos com papel ou pano preto.

A cada semana programe momentos de observação e registro: a) data da observação; b) descrição do que foi observado; c) material utilizado; d) alterações.

Após quatro semanas, socialize o trabalho dos grupos e elabore, coletivamente, a conclusão: a minhoca atua na formação e manutenção da fertilidade do solo porque afofa a terra e seu tratamento digestivo aumenta o teor de nutrientes vegetais assimiláveis pelas plantas. O ambiente úmido, rico em matéria orgânica e escuro, é favorável à vida da minhoca.

Ao desativar o minhocário, coloque as minhocas em um jardim ou horta. É uma boa oportunidade para o exercício do respeito aos seres vivos.

Texto original: Vera Lúcia Moreira
Edição: Equipe EducaRede

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Banco de dados de seres vivos

Disciplina: Ciências
Ciclo: Ensino Fundamental – 5ª a 9ª
Assunto: Diversidade de seres vivos
Tipo: Informática

A aprendizagem de diferentes características dos seres vivos pode ser muito interessante e significativa se desenvolvida por meio de observação, coleta, organização e classificação de pequenos seres vivos encontrados em qualquer jardim. Melhor ainda se esses dados puderem ser organizados em um banco de dados.

A atividade pode ser iniciada com uma incursão por um jardim para coleta de diferentes seres vivos. Em seguida, os alunos vão organizá-los e separá-los segundo uma lista de características previamente elaborada pelo professor:

  • Se o animal tem asas e quantas.
  • Se tem patas e quantas.
  • Se o corpo tem revestimento.
  • Em quantas partes o corpo é dividido.O passo seguinte é montar um banco de dados com os campos da lista, introduzindo as características observadas nos seres vivos coletados.Exemplo:

Animal

Tem asa?

No. de asas

Tem patas?

No. de patas

Corpo com revesti-mento?

Em quantas partes o corpo é dividido?

Formiga

Não

0

Sim

6

Sim

3

Aranha

Não

0

Sim

8

Sim

2

Minhoca

Não

0

Não

0

Não

1

Borboleta

Sim

2

Sim

6

Sim

3

A lista com as características a serem observadas pode ser mais sofisticada e completa, dependendo do objetivo do professor. É importante lembrar que, quanto maior for o número de características, mais dinâmico será o trabalho.

Após a introdução dos dados na planilha, o professor pode propor questões para os alunos responderem em grupo, consultando os dados armazenados, tais como:

  • Que animal tem o corpo com revestimento, possui três pares de patas e o corpo dividido em três partes?
  • Que animal não possui asas nem patas e tem o corpo dividido em apenas uma parte?
  • Que animal possui três pares de patas e duas asas?A partir daí, o professor pode fazer generalizações que permitam classificar os grupos de animais, imprimir a planilha de cada grupo e criar outras questões.Texto original: Mariza Mendes
    Edição: Equipe EducaRede

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

A História de uma Folha

Disciplina: Ciências
Ciclo: Ensino Fundamental – 1ª a 4ª
Assunto: Partes da planta, folha
Tipo: Texto

O livro “A História de uma Folha”, de Leo Buxcaglia, pode ser uma boa opção para trabalhar o conteúdo Seres Vivos com alunos de 3ª e 4ª séries, introduzindo o tema das plantas e o estudo mais aprofundado das folhas: suas partes, pigmentos, fisiologia.

O livro narra a história de uma folha que, ao crescer, encontra um amigo chamado Daniel. Esse amigo explica a ela todos os fenômenos que ocorrem durante as estações do ano, as características climáticas, a influência do sol e do vento na vida das folhas e questões referentes ao ciclo da vida.

Na história, a folha vive todas as fases de sua vida com intensidade e, um dia, sente-se flutuando em direção ao solo. Ao olhar para a árvore, percebe o começo de um novo ciclo da vida.

Depois de ler o texto com os alunos, o professor pode fazer uma roda e estimular uma conversa sobre o que leram e as experiências que eles têm com plantas, abordando os seguintes tópicos:

  • Vida das folhas
  • Semelhanças e diferenças entre as folhas
  • Influências do clima na vida das plantas
  • Ciclo da vidaNas aulas seguintes, o professor propõe a elaboração de um herbário (álbum com exemplares vivos) e, para isso, solicita que as crianças tragam de casa ou coletem nas proximidades da escola algumas folhas de vegetais.Em sala de aula, os alunos reúnem-se em grupos de quatro participantes. Cada grupo analisa o seu material, observando as diferentes formas que as folhas possuem. Devem identificar com que se parece cada folha, associando a forma de cada uma delas a objetos conhecidos, por exemplo: coração, grão de feijão, ponta de lança, fio de cabelo, estrela.

    Esse trabalho de análise do material recolhido propicia o desenvolvimento das habilidades de observação, a partir da busca de padrões de classificação das folhas: cor, tamanho, reação ao tato (macio/áspero), tipo de borda, nervuras.

    Para subsidiar o trabalho dos alunos, o professor pode trazer, entre outras, informações sobre:

  • As partes da folha: limbo, pecíolo, bainha.
  • Os pigmentos que estão presentes nas folhas: clorofila, xantofila.
  • Possíveis formas de classificação da borda da folha: lisa, serrilhada.
  • Fisiologia da folha: função das nervuras e dos pêlos.

Depois da etapa de classificação do material, cada grupo monta um cartaz com as folhas recolhidas, colocando os nomes criados e/ou convencionados pelos próprios alunos para cada uma delas e apresentam seu trabalho para a classe.

É interessante que o próximo passo da atividade seja a consulta de bibliografia específica sobre folhas de vegetais (enciclopédia, livro didático ou paradidático), para que os alunos conheçam a classificação e a nomenclatura oficiais.

Referência:
BUXCAGLIA, Leo. A História de uma Folha. Rio de Janeiro: Record, 1999.

Texto original: Vera Lúcia Moreira
Edição: Equipe EducaRede

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Visita virtual ao zoológico

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Seres vivos e os ambientes em que vivem
Tipo: Sites
Grandes zoológicos, em todo o mundo, possuem sites que permitem visitas virtuais, nas quais os alunos podem conhecer diversas espécies animais. O do Zoológico de São Paulo   permite aos visitantes conhecer vários de seus animais.

As principais informações nele contidas são:

  • origem dos animais;
  • regiões em que vivem;
  • hábitos alimentares;
  • cuidados com animais ameaçados de extinção;
  • outras curiosidades.

Após uma primeira visita para conhecer o site e observar como ele está organizado, cada aluno escolhe um animal sobre o qual realizará uma pesquisa mais detalhada. Dependendo do nível dos alunos, é importante fornecer um roteiro para esse trabalho. Por exemplo:

  • nome popular;
  • nome científico;
  • local de origem (no Brasil ou no mundo);
  • hábitos alimentares;
  • outras informações de acordo com o plano do professor ou que o aluno considerar interessantes.

Em função dessa pesquisa, cada aluno prepara um cartaz com os dados, desenho e foto do animal. Para finalizar, organiza-se um painel de cartazes na classe. No painel, cada aluno fixa seu cartaz na parede e dá uma olhada geral para conhecer os animais dos cartazes dos colegas.

Essa é a forma mais simples de utilizar a visita virtual ao zoológico, e pode ser feita com alunos de 1ª a 4ª séries. Com alunos de 5ª a 8ª, é possível introduzir outras discussões, como por exemplo:

  • Que cuidados o zoológico precisa ter para manter vivo determinado animal, considerando o tipo de ambiente no qual ele vive na natureza?
  • Como é o recinto em que vivem as cobras, ou os mamíferos de grande porte como o elefante, o hipopótamo ou a girafa?

Com esse tipo de abordagem, o professor pode fazer uma discussão sobre o conceito de adaptação. Uma boa pergunta é:

  • Podemos colocar pingüins em um cercado a céu aberto? Por quê?

Se a atividade for realizada com alunos de Ensino Médio, outras discussões podem ser feitas, como por exemplo:

  • Quais são as características do ecossistema no qual determinado animal vive originalmente?

Neste caso, as pesquisas podem ser aprofundadas por meio da própria Internet. Utilizando um site de busca e digitando o nome científico do animal, muitas informações a respeito podem ser obtidas.

Finalmente, os alunos podem também escrever para os produtores do site (no item “Fale Conosco”) comentando o que acharam da visita e fazendo sugestões.

Edição: Equipe EducaRede

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Sexo ou não

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Biologia geral, ética, população, seres vivos
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  Reconhecer o modo de atuação de alguns métodos anticoncepcionais; emitir julgamentos sobre alguns métodos anticoncepcionais; relacionar a biologia do espermatozóide e do óvulo aos métodos anticoncepcionais; construir quadros-resumo.

Pré-Requisito: Não é necessário.

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Kleber Sales – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Quão grande é?

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Anatomia, biodiversidade, biologia geral, microbiologia, população, seres vivos, zoologia
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  A partir do sistema métrico, os alunos devem imaginar e comparar o tamanho relativo de diferentes microorganismos, relacionando-os ao tamanho dos seres humanos e de algumas de suas células. Analisar qualitativamente dados quantitativos representados gráfica ou algebricamente, relacionados a contextos sócio-econômicos, científicos ou cotidianos. Descrever processos e características do ambiente ou de seres vivos, observados em microscópio ou a olho nu.

Pré-Requisito: Conhecimento do sistema métrico até o nível de milímetros.

Observações: O trabalho com proporções e escalas é fundamental para estimular abstrações necessárias para que o aluno possa desenvolver conceitos relacionados aos microorganismos.

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Danilson de Carvalho – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Preciso de oxigênio

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Anatomia, biologia geral, microbiologia, seres vivos
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  Reconhecer que os microorganismos tem importante função ambiental; interpretar e criticar resultados a partir de experimentos e demonstrações.

Pré-Requisito: Não há.

Observações: Essa atividade visa ressaltar que os microorganismos também trazem benefícios ao ambiente e que a vida no planeta não existiria como é hoje sem a ação desses.

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Danilson de Carvalho – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

O trabalho de Mendel com ervilhas

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Anatomia, estatística, genética, seres vivos
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  Compreender algumas das idéias apresentadas por Mendel, principalmente a segregação dos fatores. Conhecer os experimentos que permitiram Mendel chegar às idéias de segregação dos fatores. Elaborar esquemas para resumir os trabalhos de Mendel.

Pré-Requisito: A reprodução das angiospermas

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Danilson de Carvalho – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

O que é sexo?

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Biologia geral, ética, população, seres vivos
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  Conhecer diferentes visões de sexualidade; classificar as diferentes visões de sexualidade; reconhecer que existem diferentes aspectos relacionados a sexualidade.

Pré-Requisito: Não é necessário.

Observações: Uma atividade complementar será sugerida ao professor. Ele pode sugerir um levantamento, dentro do espaço escolar, de representações relacionadas ao tema para enriquecer a discussão.

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Kleber Sales – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

O milagre da vida: Sexualidade Humana

Disciplina: Biologia
Ciclo: Ensino Médio
Assunto: Anatomia, biologia geral, ética, fisiologia, população, seres vivos
Tipo: Materiais didáticos

Objetivo:  Conhecer os sistemas genitais feminino e masculino; Conhecer os modos de ação, vantagens e desvantagens dos métodos anticoncepcionais; compreender o controle hormonal da gametogênese e os eventos ovariano e uterino no ciclo menstrual; explicar os eventos associados a concepção, gravidez e parto; compreender as transformações orgânicas e comportamentais do adolescente.- (R.O) julgar comportamentos relacionados à transmissão e a importância da prevenção da AIDS, gonorréia e sífilis. -(R.O) Julgar situações como: gravidez e responsabilidade na adolescência, aborto. -(R.O); Reconhecer que a sexualidade humana tem diferentes expressões.

Pré-Requisito: Julgar o conteúdo de um texto; Conhecer as relações dos seres vivos na biosfera; Compreender que os sistemas fisiológicos nos seres vivos estão integrados; Explicar estrutura e função celular; Interpretar gráficos e tabelas.

Autoria: Miguel Thompson, Rodrigo Venturoso, Anna Christina de Azevedo Nascimento, Wellington Moura Maciel, Diogo Pontual, Juliana Rangel, Silvana Nietske, Kleber Sales – SEED/MEC

Clique aqui e conheça o conteúdo

Texto Original: Rived

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)