Parque de diversão encadernado

12 de Outubro: Dia Nacional da Leitura


Parque de diversão encadernado

A leitura pode ser uma deliciosa brincadeira e levar crianças e adolescentes a universos muito distantes, sempre de mãos dadas com a imaginação. No próximo dia 12 de outubro, uma extensa programação por todo o país proporcionará essa divertida viagem literária

Por José Alves

Maurício de Souza, um dos expoentes das histórias em quadrinhos no Brasil, afirma que “um dos momentos inesquecíveis da vida de qualquer criança é quando, pela primeira vez, ela junta uma letrinha, mais outra e mais várias delas e começa a…ler!”. Até chegar esse instante mágico na vida de um ser humano, pais e educadores podem e devem estimular a imaginação dos pequenos ao contar histórias que eles ainda não conseguem ler sozinhos e, com esse hábito, oferecer um mundo repleto de personagens e cenários dos quais o olhar infantil se apropria com a inventividade peculiar das crianças. Sim, os livros são brinquedos que estimulam a curiosidade, criticidade e criatividade nos pequenos cidadãos. É por esse motivo, porque imaginar é brincar, que o dia 12 de outubro, data em que se comemora o Dia das Crianças, passou a ser também o Dia Nacional da Leitura.

A data tornou-se oficial em todo o país em 2009, a partir da assinatura da Lei nº 11.899, pelo presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, que instaurou, além do Dia Nacional da Leitura, também a Semana Nacional da Leitura e da Literatura. Para a sociedade brasileira chegar a essa importante conquista, um longo caminho foi percorrido. Desde 2006, o Instituto Ecofuturo, principal articulador desta iniciativa, vem escrevendo as páginas da história junto com diversos parceiros, por meio de ações que culminaram com a aprovação da lei.

Elas começaram em 2006, com a Primavera Ler é Preciso, para sensibilizar a sociedade sobre a importância de oferecer literatura para crianças desde a primeira infância, por meio de leitura de livros em voz alta. Em 2007 foi realizada a 2ª Primavera Ler é Preciso, com leituras públicas de clássicos da literatura universal durante o Corredor Literário, em São Paulo, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. Em 2008, o Dia da Leitura já se tornara lei no Estado de São Paulo. Agora, a iniciativa ganhou o Brasil.

Segundo Christine Fontelles, diretora de Cultura e Educação do Instituto Ecofuturo, “é fundamental destacar que a ideia vem ganhando força com o passar dos anos graças à ampla parceria entre diferentes atores e organizações sociais, entre eles, o Programa EducaRede”. Fontelles destaca também o apoio da Comissão de Educação do Senado e aponta o caminho para um Brasil formado por cidadãos leitores: “articulação e cooperação para conquistar uma política pública que integre as ações governamentais e não governamentais, objetivando a conquista de um programa de acesso à leitura que seja um objetivo de nação”. Esse será o tema do Seminário Dia e Semana Nacional da Leitura, nos dias 14 e 15 de outubro, na Comissão de Educação do Senado, em Brasília, aberto à participação de todos. (Veja a entrevista completa)

Dia Nacional da Leitura 2009: programação para todos os gostos

O público poderá participar de muitas ações neste ano, seja no ambiente presencial ou a distância. No mundo virtual, uma das possibilidades de interação e colaboração entre as pessoas é a Comunidade da Leitura, um espaço para troca de experiências e debates sobre o tema, hospedado no site do Dia Nacional da Leitura, que também apresenta outros canais, entre eles o Momento Família, para a publicação de fotos e relatos de bons momentos de leitura em família, e o Prefeito Amigo da Biblioteca, espaço para incentivar a criação e a manutenção de bibliotecas públicas, escolares e comunitárias nos municípios brasileiros.

O EducaRede escreve a quatro mãos, por meio de uma parceria com o Ecofuturo, a sua participação no evento, e já agendou três bate-papos sobre o tema. O primeiro será no dia13/10, terça, às 15h, com o escritor indígena Daniel Munduruku, com mais de 30 livros publicados, voltados principalmente para o público infanto-juvenil. Quarta-feira, dia 14/10, às 15h, é a vez dos internautas conversarem sobre leitura em voz alta com a fonoaudióloga Lucila Pastorello, da USP. Por fim, no dia 15/10, às 15h, o chat será com o ilustrador e autor de livros infantis Roger Mello.

Além das manifestações pela Internet, o público também está convidado a sair às ruas para celebrar o hábito da leitura. Eventos organizados pelo Instituto Ecofuturo e seus parceiros estão programados para acontecer simultaneamente em todo o país. A maioria deles acontece entre os dias 12 e 16 de outubro. Rodas de leitura em bibliotecas, dramatizações, teatro de fantoches, saraus, contadores de histórias, cinema e encontros com autores compõem o roteiro de atrações destinado a crianças, adolescentes e adultos das cinco regiões brasileiras. Confira a programação do Ecofuturo e a programação dos parceiros.

O Instituto Ecofuturo disponibiliza gratuitamente duas publicações com dicas de como fazer uma leitura pública na sua escola, em casa com a família, entre amigos, na biblioteca do seu bairro e onde mais você imaginar.

São os passaportes “Leitura e Escrita” e “Brincar de Ler”. No Passaporte Leitura e Escrita, você encontra tanto orientações para estimular a leitura quanto as práticas de escrita entre as crianças. Já o passaporte Brincar de Ler apresenta dicas voltadas principalmente para incentivar a família a promover práticas de leitura.

Além das publicações, o Ecofuturo elaborou o “Roteiro Leitura Pública”, com sugestões para organizar uma leitura pública, desde a escolha do local e preparação dos textos que serão lidos até a recepção do público. O EducaRede também diponibiliza produções que tratam do ensino da leitura. Clique aqui para baixar os materiais e acessar as produções do EducaRede.

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *