Orientação para leitura de textos I (1ª a 4ª série)

Orientação para leitura de textos I (1ª a 4ª série)

Disciplina:

Língua Portuguesa/Literatura

Ciclo: Ensino Fundamental – 1ª a 4ª
Assunto: Leitura e compreensão de textos
Tipo: Metodologias

Nas atividades de leitura e compreensão de textos, é preciso estar atento para dois tipos fundamentais de atividades: as que tematizam o processo de leitura e as que buscam o produto do processo de leitura e compreensão do texto.

No primeiro caso, é necessário que a ativação de conhecimentos prévios aconteça. Nos dois casos, é preciso que as questões apresentadas para o desenvolvimento da atividade (estratégias de leitura) não estejam apenas relacionadas à localização de informações no texto, mas que permitam a realização de antecipações e inferências, seguidas de verificação das mesmas.

Dessa forma, antes de propor a leitura de um texto, é preciso ter uma conversa com os alunos, para levantar os conhecimentos que eles já têm sobre o assunto. Esse levantamento possibilita uma leitura mais fácil e aprofundada do texto.

A partir da leitura do título do texto e da articulação dessa informação com outras como autoria, fonte e características do gênero, é importante solicitar aos alunos que realizem antecipações do que irão encontrar no texto. Por exemplo:

  • Considerando que o título do texto é “A Princesa e as Ervilhas”, que tipo de assunto você acha que o texto abordará?
  • Você acha que será uma história, uma notícia, um poema…?
  • Sabendo que quem o escreveu foi o mesmo autor de “Chapeuzinho Vermelho”, você mantém suas respostas anteriores ou as modifica? Por quê?
  • E sabendo que ela foi publicada em um livro cujo título é “Um Tesouro de Contos de Fadas”, que hipóteses levantadas até agora você mantém?Durante a leitura, é preciso que sejam explicitados as pistas e os procedimentos utilizados pelos diferentes leitores (os alunos) que possibilitaram determinadas compreensões. Para tanto, é importante que sejam feitas questões ao longo da leitura para propiciar inferências e antecipações, assim como a verificação das mesmas a partir de pistas lingüísticas. Por exemplo:
  • Você acha que a Chapeuzinho Vermelho irá seguir o caminho da floresta ou o caminho do rio? Por quê?
  • Você acha que o lobo irá conseguir realizar o seu intento? Por quê?
  • Por que esse fato – o da proibição da utilização das rocas em todo o reino (em “A Bela Adormecida”) – foi mencionado agora, logo no começo da história?
  • Será que o príncipe irá encontrar a princesa? Por quê? O que faz você pensar assim?No que se refere ao produto do processo de leitura e compreensão do texto, as questões devem estimular os alunos a realizarem inferências e reconstrução de informações de trechos do texto e não apenas a localização de informações. Por exemplo:
  • Quais fadas estiveram no batizado/nascimento da Bela Adormecida?
  • De que animal o caçador retirou o coração para enganar a rainha (em “Branca de Neve”)?
  • Inferência: que sentido faz descobrir que a princesa identifica um grão de ervilha colocado embaixo dos colchões (em “A Princesa e a Ervilha”)?
  • Reconstrução de informações: por que o lobo conseguiu chegar à casa da vovó antes de Chapeuzinho?Esses tipos de questões e estratégias de leitura podem levar à compreensão efetiva do texto.

    Texto original: Kátia Lomba Bräkling
    Edição: Equipe EducaRede

 (CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)
22/10/2002

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *