Ninguém é igual a ninguém

Ninguém é igual a ninguém

Disciplina:

Língua Portuguesa/Literatura

Ciclo: Ensino Fundamental – 1ª a 4ª
Assunto: Leitura e escrita, interação leitor/escritor
Tipo: Texto

O livro “Ninguém é Igual a Ninguém”, de Regina Otero e Regina Rennó, favorece a discussão sobre a identidade e as diferenças pessoais. O texto se divide em duas partes.

Na primeira, o personagem Danilo narra as características físicas dos amigos da rua onde mora. Ele conta sobre o gorducho, a negra, o ruivo e como cada um reage quando atingido em sua fragilidade. Em suas reflexões, Danilo percebe que ninguém é igual a ninguém e que cada um tem qualidades a serem aproveitadas.

Na segunda parte, há um diálogo entre o personagem Tim e o leitor. Esse personagem mobiliza o leitor a pensar sobre si mesmo, lançando questões reflexivas sobre a identidade da criança e seus sentimentos. Desse modo, o livro possibilita à criança desenvolver sua relação intrapessoal e interpessoal. Na relação intrapessoal, ela pode pensar como identifica seu corpo, seus sentimentos e suas possibilidades. Na relação interpessoal, pode tomar consciência do seu olhar sobre o outro e como interage com as diferenças.

O professor pode explorar a leitura e diferentes formas de expressão. Como parte do trabalho, é importante socializar as produções dos alunos, por exemplo, montando painéis, publicando pequenos livros, apresentando dramatizações. O texto permite também desenvolver o tema transversal Ética, enfocando o respeito por si e pelo outro.

Referência bibliográfica:
OTERO, Regina & RENNÓ, Regina. Ninguém é Igual a Ninguém. São Paulo: Editora do Brasil, 2000.

Texto original: Vera Lúcia Moreira
Edição: Equipe EducaRede

 

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

04/03/2002

O papel da leitura feita pelo professor: A leitura colaborativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *