Composição e formas a partir de Segall

Disciplina: Arte – Educação Artística
Ciclo: Ensino Fundamental – 5ª a 9ª
Assunto: Leitura de obra de arte
Tipo: Artes Visuais

Para desenvolver esta atividade com os alunos é interessante que você consiga uma boa reprodução da obra “Paisagem brasileira”, de Lasar Segall, em tamanho grande, para que todos possam ver bem a imagem, e outras menores, para eles observarem de perto e interferirem depois.

Mostre a reprodução para seus alunos sem nenhuma informação inicial. Peça para eles observarem a obra com bastante atenção e calma. Estimule-os a perceberem os elementos presentes nessa pintura:

As cores e os tons usados.
As formas.
As linhas.
Como as formas e cores estão agrupadas: aparecem uma por cima da outra? Na frente, atrás?
Com o que se parece esse quadro?
Que título eles acham que essa obra deve ter?
Parece com algum lugar que eles conhecem?
Dá para reconhecer aí uma paisagem?
Como é essa paisagem? Onde ela está?
Conte para eles que o título desse quadro é “Paisagem brasileira” e que foi realizado por um artista chamado Lasar Segall.
Converse com eles sobre como esse artista fez para mostrar essa paisagem brasileira. Note que o artista não precisa desenhar uma casa com todos os detalhes para contar que ali tem uma casa; ele também não precisa desenhar os morros, basta indicá-los com uma curva na parte de cima do quadro para contar que essa é uma região que tem morros. Volte a observar o quadro vagarosamente com seus alunos, descobrindo todos os detalhes e tudo o que nele existe e como o artista fez para mostrar a paisagem brasileira.

Transformando o quadro

Retome as descobertas feitas pelos seus alunos com relação ao quadro “Paisagem brasileira”, de Lasar Segall. Entregue uma cópia da obra para cada aluno ou grupo (neste caso composto por 4 ou 5 alunos) e proponha o recorte das formas encontradas no quadro.

Depois do quadro recortado, e sobre um papel cartão ou cartolina, convide-os a experimentar possíveis remontagens do quadro. Estimule-os a juntar ou separar as cores iguais, misturar tudo, reunir as formas iguais, espalhar todas pelos quatro cantos do papel etc. Após experimentarem as inúmeras possibilidades de montagens, peça para escolherem uma. Eles deverão fazer uma colagem no papel e dar um título para traduzir essa transformação do quadro de Segall. Note que essa colagem, apesar de usar as cores e formas do quadro de Segall, é um novo trabalho de artes, diferente do original.

Para finalizar a atividade, é bastante estimulante para os alunos a exposição dos trabalhos elaborados por eles, e igualmente importante a avaliação conjunta dos resultados obtidos individualmente ou em grupo.

É possível ampliar os conhecimentos de seus alunos sobre o artista por meio de pesquisas sobre outras obras de Segall e sua vida. Clique aqui para visitar um dos sites que contém essas informações.

Referência
Fundação Finambrás. Lasar Segall. São Paulo, 1999.

Texto original: Lelê Ancona
Consultoria pedagógica: Anamélia Bueno Buoro
Edição: Equipe EducaRede

Os sites indicados neste texto foram visitados em 08/05/2003.

(CC BY-NC Acervo Educarede Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>